Tudo sobre os melhores óculos de realidade virtual

Tudo o que envolve Realidade Virtual é baseado na experiência imersiva. Ela precisa ser realística e confortável. Nesse processo, os óculos de imersão desempenham um papel fundamental. Tive a oportunidade de experimentar vários modelos e listei aqui aqueles que, na minha opinião, são os melhores óculos de realidade virtual do mercado.


É importante dizer que os fabricantes estão investindo e aperfeiçoando os seus produtos. Isso permite que a experiência de imersão seja cada vez melhor. Essa melhoria contínua pode ser percebida, inclusive, em modelos de óculos de realidade virtual mais baratos.

A experiência de imersão virtual

Em uma experiência de imersão, os óculos de realidade virtual não atuam sozinhos. A experiência imersiva é formada por 3 (três) pilares: conteúdo imersivo, aplicativo de realidade virtual e óculos de realidade virtual. Esses diferentes fatores podem interferir diretamente na experiência de Realidade Virtual (tanto de forma positiva quanto negativa).

A qualidade da experiência de imersão é o somatório da qualidade desses 3 (três) itens. Se apenas 1 (um) deles for negligenciado, toda a experiência é prejudicada.

entenda-os-3-tres-pilares-da-realidade-virtual-banner-artigo

Como avaliar um óculos de realidade virtual?

Há 5 (cinco) itens que gosto de avaliar quando testo um modelo de óculos de realidade virtual. Vou compartilhar eles com você:

  1. Ângulo de visão. Quanto maior a visão periférica (visão lateral), maior a amplitude de visão do ambiente virtual através dos óculos. Desta forma, a visão do mundo virtual será muito próxima a nossa visão natural. Os melhores óculos de realidade virtual possuem uma amplitude de visão maior que 90°.
  2. Sensação de imersão. O ângulo de visão contribui para uma melhor sensação de imersão virtual. Entretanto, a qualidade e o tipo da lente dos óculos também fazem diferença (material de fabricação, tamanho, distorção e distância entre os olhos). Os melhores óculos de realidade virtual detalham suas características técnicas.
  3. Conforto. O rosto de cada pessoa possui forma e traços únicos, particulares. Os óculos não vão encaixar perfeitamente em todos os formatos de rostos, mas, podem se acomodar de forma muito confortável. É preciso se sentir bem ao vestir os óculos, sem apertar a testa, nuca ou nariz. O conforto durante o uso é importante para que a atenção esteja voltada exclusivamente ao conteúdo imersivo exibido nos óculos.
  4. Usabilidade. Manusear, vestir, retirar, conectar no computador ou ajustar a posição do celular… Tudo isso deve ser muito prático. A praticidade abre portas para que o uso dos óculos seja ainda mais frequente. Ninguém quer ficar operando com algo difícil ou complexo de utilizar.
  5. Design. Não é somente a questão estética. Eu avalio tudo o que envolve a produção do produto. Verifico se os materiais são de qualidade e se o conjunto parece ser resistente a longo prazo. Procuro deixar de lado os modelos que possuem muitas regulagens, catracas, molas, etc… todos esses itens desgastam rapidamente ou quebram com maior facilidade.

Esses itens me ajudam a classificar os melhores óculos de realidade virtual. Mas ainda podemos categorizar os modelos de óculos de forma diferente, considerando o nível de imersão virtual proporcionada. Alguns óculos fornecem um nível de imersão mais básico e acessível, enquanto outros são complexos e demandam de um alto investimento.

Óculos de Realidade Virtual, Xiaomi VR Play II, Maior ângulo de visão, Design e conforto, Melhor da categoria

Categorias dos óculos de realidade virtual

Comercialmente, não existe uma nomenclatura padrão para definir os diferentes tipos de óculos de realidade virtual. Então, eu mesmo criei 3 (três) categorias que facilitam o entendimento sobre cada um desses tipos de óculos: Experience, High Experience e Game Players. Vou explicar em detalhes cada um desses grupos e o motivo pelo qual os chamei dessa forma.

1. Categoria EXPERIENCE

Nesta categoria estão todos os óculos de realidade virtual compatíveis com a tecnologia Cardboard. Cardboard é uma tecnologia completa criada para transformar o celular em uma ferramenta de Realidade Virtual. É através da tecnologia Cardboard (incorporada aos celulares) que a Realidade Virtual tem se tornado acessível e popular.

Cardboard: a diferença entre a tecnologia e os óculos de realidade virtual de papelão

Os modelos de óculos da categoria EXPERIENCE são a porta de entrada para a Realidade Virtual. Eles fornecem boas experiências de imersão, são muito práticos, portáteis, baratos e utilizam apenas um smartphone como tela (seja Android ou iOS). Não há a necessidade de cabos e você não precisa de um computador.

Empresas e profissionais que desenvolvem conteúdo e aplicativos de realidade virtual geram muitos produtos voltados ao uso dos óculos dessa categoria. Os modelos de óculos da categoria EXPERIENCE tornam a Realidade Virtual acessível a qualquer pessoa, através do celular.

Modelos da categoria

Há muitos modelos de óculos na categoria EXPERIENCE, só na China existem dezenas de fabricantes. Por lá, centenas de milhares de unidades são vendidas mensalmente. Esses modelos podem ser comprados facilmente em sites como o Mercado Livre, AliExpress, eBay, BustBuy e Wish.

Os valores ficam entre R$30,00 e R$250,00. Modelos como o Google Cardboard, DSCVR, Shinecon VR, LOOX VR, BOBO VR e ZEISS VR ONE são encontrados nessa faixa de valor. Para uso “doméstico” ou para um “brinde”, eu até concordo em optar por um modelo de R$30,00. Agora, para uso profissional, o ideal é optar por um modelo melhor, mesmo que o investimento seja um pouco maior.

O melhor modelo da categoria

Dentro dessa categoria, eu recomendo o uso do modelo Xiaomi VR Play II. De todos os modelos que já pude testar, esse é o melhor! Ele possui um design muito bonito, com uma estrutura resistente e acabamento em tecido. É muito confortável e a fixação do celular é feita por pressão, sendo fácil inserir, remover e ajustar a posição da tela. No Brasil, eu preço fica entre R$190,00 e R$250,00.

Óculos de realidade Virtual Xiaomi VR Play II

Se você busca um óculos de realidade virtual para uso profissional, opte pelo Xiaomi VR Play II. Tudo bem que há modelos mais baratos, mas tenho certeza que nenhum negócio vai quebrar por causa de R$190,00 ou R$250,00. Lembre-se que, para uso profissional, os óculos são uma ferramenta de trabalho (um carpinteiro não usa um martelo meia-boca).

Diga não ao VRBox

Esse é um modelo muito comum no Brasil e está na faixa dos R$30,00-R$50,00. Acessível, mas não vale o investimento. Acima, eu listei os 5 (cinco) itens que avalio nos modelos de óculos. O VRBox só atende ao item 3: Conforto. O ângulo de visão é o menor de todos, a sensação de imersão é pequena e a usabilidade e o design deixam a desejar.

oculos-realidade-virtual-vr-box

Se for pensar em um brinde para um cliente, é uma opção a se considerar. Se quer comprar para seu filho(a), sobrinho(a) ou afilhado(a), é uma opção também. Mas, não opte por ele para uso profissional. Prefira o Xiaomi VR Play II, você não vai quebrar o seu negócio por causa de R$150,00 ou R$200,00.

Você ainda não acredita no potencial de mercado da Realidade Virtual (VR)?

2. Categoria HIGH EXPERIENCE

Nessa categoria estão outros modelos de óculos que utilizam smartphones como tela. Também se enquadram alguns modelos standalone, que já possuem uma tela incorporada na estrutura dos óculos. Eles possuem uma tecnologia de Realidade Virtual diferente, o que proporciona uma experiência de imersão com maior qualidade.

Na categoria EXPERIENCE, os óculos (e smartphones) compartilham da mesma tecnologia: Cardboard. Já os modelos de óculos da categoria HIGH EXPERIENCE utilizam suas próprias tecnologias de hardware e de software.

Samsung Gear VR

Este é um modelo muito popular no Brasil. Na minha opinião, é um dos melhores óculos de realidade virtual entre todas as categorias. Ele é muito confortável, tem um grande ângulo de visão, proporciona uma excelente experiência de imersão e ainda conta recursos de touchscreen (no seu lado direito) e controle remoto.

oculos-realidade-virtual-gear-vr

oculos-realidade-virtual-gearvr-novo

Por ser desenvolvido pela Samsung, o Gear VR só é compatível com alguns smartphones da família Galaxy S (S6, S7, S8, S9, Edge, Plus…) e família Galaxy Note (4, 5, 6, 8…). Essa restrição se faz por motivos comerciais (é claro), mas também devido a tecnologia incorporada e disponível apenas nos modelos de celular top de linha da Samsung.

Google DayDream View

Assim como o Gear VR está para a Samsung, o Daydream View está para a Google. É um modelo de óculos tão bom quanto o Gear VR. Uma de suas vantagens é a compatibilidade com diferentes marcas de celular: Samsung (S8, S9, Plus, Note 8), Motorola (Z2 Force), LG (V30), Asus (ZenFone AR), Google (Pixel), ZTE (Axon 7) e Huawei (Mate 9 Pro).

oculos-realidade-virtual-google-daydream

Ele possui um bonito design e é muito confortável. O seu revestimento é todo em tecido, inspirado em roupas de grife. Pode ser adquirido em diferentes cores, sua estrutura é toda lavável, possui controle remoto e o encaixe do smartphone é muito simples. Você pode conferir mais detalhes direto no site.

Oculus Go

Este é um modelo desenvolvido pela Oculus, empresa adquirida pelo Facebook. Ele traz as características de toda uma nova geração de óculos de realidade virtual: standalone. Isso significa que não é preciso utilizar celulares ou computadores. Tudo o que for necessário para uma experiência de imersão já está incorporada aos óculos.

Oculus Go

O objetivo do Facebook é popularizar a Realidade Virtual através do Oculus Go. Ele é um óculos fabricado com materiais de ótima qualidade. É muito confortável e suas lentes e tela são de excelente qualidade. Ele também possui fones integrados, armazenamento de até 64GB e controle remoto. Você pode conferir mais detalhes direto no site.

Outros modelos

Há um grande movimento no mercado de Realidade Virtual e outras empresas também estão investindo em modelos de óculos da categoria HIGH EXPERIENCE. Esses são alguns dos modelos já disponíveis no mercado: Odissey HMDLenovo Explorer Headset, VRVanaXiaomi VR Standalone VR Headset e o Pimax 4K VR.

Tudo e mais um pouco sobre Realidade Virtual (VR) e Realidade Aumentada (AR)

3. Categoria GAME PLAYERS

Nesta categoria estão os melhores óculos de realidade virtual disponíveis no mercado. Para utilizar esses modelos de óculos, é preciso conectá-los a um computador de alta performance. Eles exigem muito da máquina, por isso é fundamental que o computador possua um bom processador, mais de 8GB de memória RAM e uma ótima placa de vídeo dedicada.

Esses modelos de óculos foram criados para atender o mercado de games/jogos. Mas, com o passar do tempo, outros mercados também foram incorporando a Realidade Virtual. Os óculos da categoria GAME PLAYERS são muito usados no desenvolvimento de soluções robustas, complexas e direcionadas à um público específico.

É necessário realizar um investimento considerável para poder usufruir dessa tecnologia. Se considerarmos uma aquisição completa com computador, óculos e acessórios (controles), o investimento pode chegar facilmente aos R$10mil. Como não são financeiramente atraentes, é difícil utilizá-los em soluções que demandam grande escala.

Oculus Rift DK2

O Oculus Rift DK2 foi o primeiro óculos de qualidade a ser disponibilizado ao mercado. Mesmo em forma de protótipo, e com vendas apenas pelo site da Oculus, ele vendeu centenas de milhares de unidades.

oculos-realidade-virtual-oculus-rift-dk2

Ele tem uma tela Full-HD, giroscópio sensores de aproximação (de uso opcional) e estabilizadores que reduzem a sensação de tontura. É um óculos muito confortável e possui uma ótima experiência de imersão virtual.

Oculus Rift CV1

Este é o modelo comercial da Oculus. O novo Oculus Rift ganhou um upgrade em seu design: maior ergonomia, mais bonito e ainda mais confortável que o antecessor (o modelo DK2). É um dos modelos de óculos mais evoluídos do mercado.

oculos-realidade-virtual-oculus-rift

Sua tela tem ótima resolução. Ele também conta com controles, fones de ouvido e sensor de aproximação/presença. A conexão com o computador ainda é feita por cabos HDMI e USB. Entretanto, a Oculus está trabalhando em um nova forma de conexão semelhante ao Wifi.

HTC Vive

O HTC Vive é um modelo de óculos que concorre diretamente com Oculus Rift CV1. Ele possui características semelhantes ao Rift, principalmente na questão de conforto, experiência de imersão, interatividade e necessidade de alto investimento.

oculos-realidade-virtual-htc-vive

Ele é muito utilizado em feiras, eventos, apresentações de projetos BIM e espaços de jogos. Os seus sensores permitem mapear os movimentos de pessoas dentro de um espaço reservado, formando um tipo de “arena”. E, dentro desse espaço, é possível “caminhar” pelo ambiente virtual.

Ainda existem muitos outros modelos de óculos, a grande maioria são chineses. De todos aqueles que tive a oportunidade de testar e avaliar, esses são os que realmente valem o investimento.

Espero que você tenha gostado do conteúdo.

Grande abraço e até o próximo artigo!

Abraços!


Maicon Klug
contato@imersiovr.com

Sócio-fundador da Imersio
Idealizador do projeto MeuPasseioVirtual
Empreendedor
Investidor (Startups e Mercado Imobiliário)
—–

13 comentários sobre “Tudo sobre os melhores óculos de realidade virtual

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.