Pilares da Realidade Virtual - Segundo Pilar: Aplicativo VR

2° Pilar da Realidade Virtual: Aplicativo VR

O Aplicativo VR é o mecanismo de entrega da experiência de imersão virtual, a ponte entre o Conteúdo Imersivo e o Óculos VR. Ele atua como um “player de Realidade Virtual” e seu papel principal é transmitir o Conteúdo Imersivo na tela e lentes do Óculos VR.

Utilizamos o Word como aplicativo para visualizar arquivos textos e o Excel para visualizar planilhas. Quando o conteúdo é um vídeo, podemos usar um software como o Media Player. De forma muito semelhante, na Realidade Virtual usamos um Aplicativo VR para ler um Conteúdo Imersivo.

Podem existir vários tipos de Aplicativo VR. Ele pode ser desenvolvido de forma personalizada ou ser um produto já disponível no mercado. Pode ser um aplicativo de celular, um software de computador, uma plataforma em nuvem ou um aplicativo para Óculos VR standalone.

O que é um Aplicativo VR

Software, sistema, ferramenta, aplicativo, plataforma ou solução. Eles possuem várias nomenclaturas e chamamos eles por diferentes nomes. Entretanto, todos eles possuem algo em comum: são programas. Todos foram desenvolvidos para nos auxiliar em alguma atividade.

Sempre que precisamos de algo recorremos ao celular e buscamos por um aplicativo. A nomenclatura aplicativo foi criada para distinguir os programas para celulares. Assim, eles não eram confundidos com os programas de computador (ou programas em nuvem).

Software é o nome que damos aos programas para computadores. Com o surgimento do conceito de “nuvem”, muitos desses softwares passaram a ser transferidos para lá, onde tudo está online. E assim foi criada uma nova nomenclatura: a plataforma.

Há vários tipos de programas e eles são desenvolvidos para cada tipo de dispositivo (celulares, computadores ou servidores em nuvem). O mesmo se aplica aos Aplicativos VR.

Existem Aplicativos VR para cada um dos tipos de dispositivos. Ou seja, há Aplicativos VR para celulares, Aplicativos VR para computadores ou Aplicativos VR disponíveis em nuvem.

Além disso, há também Aplicativos VR para outro tipo de dispositivo. Um dispositivo que é a tendência na Realidade Virtual: o Óculos VR standalone. Ou seja, existem Aplicativos VR exclusivos para os Óculos VR.

A importância do Aplicativo VR

A Realidade Virtual é impactante pois tem a capacidade de mexer com os sentidos e emoções das pessoas. Entretanto, há casos de experiências negativas onde as pessoas sentem algum tipo de desconforto durante o uso do Óculos VR (tonturas, enjoos, náuseas, etc).

Na maioria das vezes, esse tipo de sensação é causada por problemas ou falhas no Aplicativo VR. Podem ser erros de programação, mal aplicação da tecnologia, falta de experiência ou até mesmo negligência.

Independente do motivo, nesta situação, o Aplicativo VR acaba operando de forma inesperada, inadequada ou errada. E essa instabilidade afeta diretamente as pessoas durante a experiência de imersão.

Criar um Aplicativo VR não é algo trivial, demanda de conhecimento específico nessa área. Apps VR de qualidade são desenvolvidos respeitando as especificações das tecnologias, boas práticas de programação e baterias de testes que garantam estabilidade e conforto durante a experiência.

Os tipos de Aplicativo VR

A tecnologia nos permitiu ter acesso digital em vários dispositivos e em muitos deles conseguimos instalar diversos aplicativos. Celulares, tablets, computadores, relógios, TVs e Kits Multimídia dos carros são alguns desses equipamentos que fazem parte de nosso cotidiano.

Por exemplo: no passado era preciso comprar um equipamento de GPS para podermos nos localizar melhor e mais rápido. Hoje, podemos baixar um mesmo aplicativo de GPS no celular, no tablet, no smart watch (relógio) ou no “computador” do carro.

Um conceito muito semelhante é aplicado aos Aplicativos VR. Podemos utilizar eles em diferentes dispositvos: celulares, computadores, diretamente online (através do navegador) ou acessando a partir de um Óculos VR standalone.

Há ainda as soluções disponíveis para vários dispositivos. É o caso de soluções como o MeuPasseioVirtual, uma plataforma para a criação Tours Virtuais 360. Ele pode ser acessado por um computador, através de um aplicativo mobile (Android e iOS) e no navegador de um Óculos VR.

Aplicativo VR de mercado ou personalizado

Independente da necessidade, buscar um Aplicativo VR disponível no mercado deve ser sempre a sua primeira opção. Soluções que já possuem clientes utilizando tendem a ser mais maduras e estáveis, pois outras empresas já participaram do processo de validação.

É claro que, antes de contratar um Aplicativo VR, é preciso verificar se os recursos fornecidos atendem a sua demanda. Optar por uma solução de mercado poupa tempo e reduz a necessidade de investimento. Em projetos com poucas personalizações, essa é a melhor opção.

Quando personalizar?

Desenvolver um Aplicativo VR personalizado é indicado quando você não encontra uma solução pronta no mercado. Essa é uma realidade quando o projeto possui características particulares que demandam por um alto nível de customização. Nestes casos, é preciso criar algo novo.

É interessante criar um Aplicativo VR exclusivo quando os requisitos do projeto são tão específicos ao ponto de nenhuma solução no mercado ter a capacidade de atender. Neste caso, vale a pena buscar uma empresa especializada na criação de soluções customizadas para realidade virtual.

Os Aplicativos VR e os Óculos VR

Há Aplicativos VR que funcionam apenas com determinados modelos de Óculos VR. O Oculus Rift e o HTC Vive são exemplos. Eles precisam ser conectados à computadores e algumas soluções são desenvolvidas de forma exclusiva para esses 2 (dois modelos).

Nos Aplicativos VR para celulares acontece a mesma situação. Alguns apps são criados apenas para smartphones Android, iOS ou ambos. Neste caso, são soluções específicas para serem utilizadas com modelos de Óculos VR estilo Cardboard.

Se você deseja utilizar um determinado modelo de Óculos VR, terá que identificar quais Aplicativos VR estão disponíveis para esse modelo. Também precisará verificar se os apps disponíveis atendem a demanda e as necessidades do seu projeto.

Se você não encontrar nenhuma solução com as características desejadas, terá que partir para o desenvolvimento personalizado. Neste caso, terá maior liberdade para criar uma solução compatível com qualquer modelo de Óculos VR que desejar.

Qual é o modelo de Óculos VR que deseja utilizar? O Aplicativo VR é compatível com ele? Alguns apps funcionam apenas com determinados modelos e outros são compatíveis com vários modelos. É preciso verificar essa característica no momento da contratação.

Transforme seu smartphone em uma ferramenta de Realidade Virtual (VR)

Os Aplicativos VR e o Conteúdo Imersivo

O tipo de conteúdo imersivo influencia na escolha do Aplicativo VR. Por isso, por sugestão (e experiência), é melhor definir primeiro o conteúdo imersivo e, depois, o Aplicativo VR. Conhecendo o conteúdo imersivo a ser utilizado, fica mais fácil buscar por um Aplicativo VR.

De todos os tipos de conteúdo imersivo, as imagens 360 são as mais flexíveis e de fácil utilização. É possível obter experiências muito positivas quando utilizadas imagens 360. Há no mercado muitos Aplicativos VR compatíveis com esse tipo de conteúdo.

Vídeos 360 também podem ser visualizados facilmente por Aplicativos VR. Assim como as imagens 360, são conteúdos imersivos muito flexíveis e que geram ótima experiência. Eles podem ser transmitidos via streaming ou salvos em computadores, celulares ou Óculos VR standalone.

Projetos 3D são conteúdos complexos e sugerem o uso de Aplicativos VR mais robustos ou personalizados. Neste caso, um Aplicativo VR para computador pode ser a melhor opção. Computadores tem a capacidade de processar conteúdos mais pesados, assim como os projetos 3D.

Finalizando…

Seguindo com os 3 (três) Pilares da Realidade Virtual, essas são leituras adicionais sobre os outros 2 (dois) pilares. Sugiro a leitura desses artigos para uma maior compreensão dos itens que envolvem a Realidade Virtual.

Bom, vou ficando por aqui. Espero ter contribuído com essas informações!

Até o próximo artigo!

Abraços!

Maicon Klug
contato@imersiovr.com

8 comentários sobre “2° Pilar da Realidade Virtual: Aplicativo VR

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.