3° Pilar da Realidade Virtual: Óculos VR

Os óculos de realidade virtual são fundamentais na experiência de imersão.

Entretanto, para que exista uma experiência de imersão, é preciso utilizar eles em conjunto com o Conteúdo Imersivo e o Aplicativo VR.

Sozinhos, os Óculos VR não fazem nada.

Óculos VR

É importante entender como funcionam os Óculos de Realidade Virtual. Isso evita uma série de problemas futuros, como:

  • a aquisição de um modelo de óculos errado
  • a criação de um conteúdo imersivo incompatível
  • a contratação equivocada de um Aplicativo VR

O papel do Óculos VR

O papel o Óculos VR é transmitir a sensação de imersão no ambiente virtual.

É possível visualizar um conteúdo imersivo na tela de um celular ou no monitor de um computador.

Entretanto, essa forma de visualização não nos permite ter a experiência de estar dentro do conteúdo.

Visualização Tour Virtual 360 no iPhone 11

Visualização Tour Virtual 360 no Macbook

Somente quando vestimos o Óculos VR conseguimos ter a sensação de estar fisicamente dentro de um ambiente virtual.

A visualização através dos óculos

Os Óculos VR são um tipo de dispositivo de saída de vídeo, assim como os monitores de computador e as telas dos tablets e celulares.

A grande diferença é que o Óculos VR no coloca dentro do ambiente virtual, já os monitores e telas exibem os conteúdos de forma plana.

No Óculos VR a tela é divida em duas partes. Assim, o conteúdo é exibido individualmente em cada um dos nossos olhos.

Essa divisão ocorre em qualquer Óculos VR, seja nos modelos com tela própria ou nos modelos que utilizam smartphones como tela.

Visualização Tour Virtual 360 em Modo VR no iPhone 11

Visualização Tour Virtual 360 em um óculos de Realidade Virtual

As lentes do Óculos VR ficam muito próximas da tela. Quando vestimos o Óculos VR, nossos olhos ficam também próximos das lentes.

Desta forma, visualizamos o conteúdo através das lentes, individualmente em cada olho.

Visualização Tour Virtual 360 em um óculos de Realidade Virtual

Níveis de experiências de imersão

Há vários modelos de Óculos VR, cada um com suas próprias características e particularidades.

Essas diferenças influenciam diretamente no nível da experiência de imersão virtual.

Há modelos que transmitem experiências muito realísticas. Em outros, a experiência é mais simples, sendo apenas uma introdução à tecnologia.

Categoria Experience

Nesta categoria estão os modelos mais simples e com valores mais acessíveis.

São ótimos para que as pessoas tenham um primeiro contato com a Realidade Virtual.

Os modelos de Óculos VR dessa categoria são de uso pessoal. Porém, alguns modelos também podem ter uso profissional.

Oculos Xiaomi VR Play 2

Categoria High Experience

Os Óculos VR dessa categoria são modelos de ótima qualidade (em lentes, design e acabamento).

Eles são um pouco mais caros que os modelos da categoria anterior, mas, ainda assim, são acessíveis.

A experiência de imersão virtual proporcionada é mais realística. São ótimos para uso tanto pessoal quanto profissional.

Oculus GO

Categoria Game Players

Os modelos de Óculos VR dessa categoria apresentam o nível mais alto de imersão virtual.

São equipamentos mais sofisticados e de melhor qualidade! Também demandam maior investimento financeiro.

Eles Óculos VR são muito utilizados em jogos, entretenimento e aplicações comerciais com maior nível de complexidade.

Oculus Quest

Óculos VR para computadores

São modelos que funcionam apenas conectados a um computador.

São equipamentos complexos, com muita tecnologia envolvida no seu desenvolvimento.

Essas são algumas características desses tipos de Óculos VR:

  • São muito confortáveis, ergonômicos, com linhas e traços que lhe atribuem um bonito design
  • Possuem 2 (duas) lentes e um display de alta resolução
  • Possuem sensores de movimento (giroscópio) e de aproximação.
  • Possuem fones de ouvido (que também podem ser removidos durante o uso).
  • Disponibilizam controles remotos comuns e controles especiais (sem fio e com sensores de movimento).
  • A conexão com o computador é realizada via cabo (geralmente HDMI e USB).

Oculus Rift S

HTC Vive

Onde são utilizados

Esses tipos de Óculos VR foi pensado para o mercado de jogos. Com o tempo, outros mercados passaram a fazer uso deles para outras finalidades.

São muito utilizados em feiras, eventos e ações onde há uma grande circulação de pessoas (como em um shopping, por exemplo).

Áreas de entretenimento também utilizam eles com frequência (como simuladores de montanha-russa e arenas de jogos).

São usados em experiências mais complexas, como a apresentação de projetos BIM (principalmente na área industrial e de engenharia).

Projetos específicos na área de educação, saúde e treinamentos corporativos também fazem uso desses modelos.

Alguns modelos

Nesta categoria, os modelos mais conhecidos aqui no Brasil são o Oculus Rift e o HTC Vive.

Entretanto, há outros modelos sendo desenvolvidos e alguns já estão disponíveis para uso comercial.

Esses outros modelos são menos glamurosos, mas suas características são bem semelhantes. Veja alguns deles:

Sobre os computadores

Para que seja possível utilizar esses modelos de Óculos de Realidade Virtual é preciso de um computador de alto desempenho.

É obrigatório que o computador possua uma placa de vídeo dedicada (off board) e entradas para conexão HDMI e USB.

Óculos VR para smartphones

Esses modelos de Óculos VR possuem uma estrutura mais simples. Alguns sendo fabricados até mesmo em papelão.

Há os modelos mais ergonômicos e confortáveis, mas no geral, seu desenvolvimento não envolve muita tecnologia, apenas design.

O grande diferencial tecnológico está no uso de smartphone como provedor da experiência de Realidade Virtual.

Essas são suas principais características desses modelos de Óculos VR:

  • As estruturas são desenvolvidas de modo que possam ser vestidos ou encaixados no rosto
  • Não possuem tela, essa tarefa é desempenhada pelo celular
  • Possuem 1 (um) par de lentes e 1 (um) suporte para encaixe do celular
  • O celular é encaixado na frente das lentes
  • Em alguns modelos o celular é “plugado” em um conector (mini-USB, USB-C…)
  • Alguns modelos possuem uma “cinta”, permitindo que os óculos fiquem presos de forma segura na cabeça ao vestir
  • Alguns modelos precisam que a pessoa fique segurando junto ao rosto, na frente dos olhos.

Pessoa usando os óculos de Realidade Virtual

Usando o Google Cardboard

Como funcionam

O papel desses modelos de Óculos VR é permitir que a experiência de imersão seja o mais confortável possível.

Toda a parte tecnológica fica sob responsabilidade do celular. O processo funciona dessa forma:

  • O celular é encaixado na parte frontal da estrutura do Óculos VR. A tela do celular passa a ser a tela do Óculos VR
  • O conteúdo imersivo pode ficar armazenado no celular ou disponível em nuvem
  • O Aplicativo VR é instalado do celular e toda a experiência de Realidade Virtual acontece no próprio celular
  • O giroscópio do celular é utilizado pelo Aplicativo VR para visualizar o conteúdo imersivo

Onde são utilizados

Alguns modelos são ótimas opções como brinde aos clientes.

Construtoras, imobiliárias e corretores de imóveis utilizam na apresentação de imóveis na planta e usados.

No mercado imobiliário, o uso da Realidade Virtual ajuda a reduzir custos com imóveis decorados físicos e visitas presenciais.

Arquitetos, designers de interiores, decoradores e empresas de móveis planejados utilizam na apresentação dos seus projetos 3D.

Eles colocam o cliente dentro do ambiente virtual, facilitando o entendimento do projeto. Esse método reduz as alterações em até 80%.

Esses modelos de Óculos VR também estão sendo usados em projetos nas áreas da saúde e educação.

Treinamentos de processos, instruções de uso de máquinas e onboarding de novos colaboradores também são alguns exemplos.

Alguns modelos

Um dos principais modelos de óculos VR para smartphone é o Samsung Gear VR.

Este é um dos modelos mais sofisticados da categoria e também um dos mais conhecidos.

Ele é compatível com alguns modelos de smartphones da linha Galaxy, todos da marca Samsung.

Samsung Gear VR

Um outro modelo que está no mesmo nível do Samsung Gear VR é o Google Daydream View.

Ele apresenta um nível de imersão muito semelhante ao Samsung Gear VR. Infelizmente, a Google descontinuou a sua fabricação.

Google Daydream View

Outro modelo de qualidade é o Xiaomi VR Play II. Esse modelo de Óculos VR permite o uso com qualquer celular. (desde que possua giroscópio).

O campo de visão desse modelo é muito parecido com os anteriores, chegando aos 96° FOV (Field Of View, Campo de Visão).

Oculos Xiaomi VR Play 2

Nesta categoria também estão modelos como:

Sobre os celulares

O único requisito é o giroscópio. O giroscópio é um componente de hardware que captura os movimentos do celular.

Este componente está presente em vários modelos de celulares, geralmente nos modelos “top de linha” da cada marca.

Nesse site é possível consultar as características de cada modelo de celular e identificar quais deles possuem giroscópio.

Outras 2 (duas) configurações que influenciam diretamente na experiência de Realidade Virtual são a resolução de tela e densidade de pixel da tela.

Quanto maior a resolução de tela e maior a densidade de pixels, maior a nitidez do conteúdo imersivo exibido.

Os celulares mais indicados

O celular precisa ser capaz de suportar um Aplicativo VR e processar o conteúdo imersivo.

Para que a experiência de imersão seja positiva, é preciso que o aparelho de celular tenha um bom processador e quantidade de memória.

DICA: Como nem todos os smartphones possuem giroscópio, consulte esse item primeiro.

Geralmente, os modelos que possuem giroscópio também são aqueles que possuem mais memória, melhor processador e tela de maior qualidade.

Nesse site você pode comparar diferentes modelos de celulares. Sugestão: use como modelo referência os iPhones mais recentes.

Verifique se as características do seu celular são compatíveis com as características dos modelos sugeridos como referência.

Óculos VR Standalone

O termo standalone é utilizado para categorizar os modelos de Óculos VR que funcionam sem computadores e sem celulares.

Eles foram criados para serem independentes, com todos os recursos de imersão inseridos dentro de um único equipamento.

Esses Óculos VR possuem um hardware parecido com um celular: com placa-mãe, processador, memória, armazenamento e Sistema Operacional.

Eles também possuem uma tela de alta resolução, lentes de ótima qualidade, giroscópio, controles remotos e conexão com internet.

Oculus GO

Como funcionam

Nos Óculos VR dessa categoria os Aplicativos VR são instalados no próprio óculos.

Ao vestir eles, entramos em um ambiente virtual onde conseguimos acessar os recursos e aplicativos disponíveis.

Assim como existem as lojas de aplicativos para celulares, existem também as lojas para aplicativos dos óculos.

Esses tipos de Óculos VR são mais simples de utilizar. Não é necessário conectar eles em nenhum computador, nem utilizar um smartphone.

Só é preciso vestir eles no rosto/cabeça e seguir as instruções que aparecem na tela, dentro do ambiente imersivo:

  • O conteúdo imersivo pode ficar armazenado no celular ou disponível em nuvem
  • Os Aplicativos VR são instalados no próprio Óculos VR e toda experiência de Realidade Virtual ocorre no óculos
  • O giroscópio é utilizado pelo Aplicativo VR para visualizar o conteúdo imersivo
  • Há fones de ouvido incorporados na estrutura do Óculos VR
  • Músicas, sons ambiente e narrações deixam a experiência ainda mais imersiva

Esses modelos de óculos VR permitem acesso a internet através de uma conexão WI-FI.

Desta forma, é possível acessar conteúdos online, como: sites, redes sociais e vídeos por streaming (como Youtube e Netflix, por exemplo).

Onde são utilizados

As mesmas aplicações que utilizam os Óculos VR para celulares também podem utilizar os Óculos VR Standalone.

Como esses modelos de óculos são a tendência do mercado, em breve poderão ser utilizados em aplicações mais complexas.

Soluções que hoje são usadas apenas com os óculos para computadores, também poderão ser utilizadas com os Óculos VR Standalone.

Alguns modelos

Os modelos de Óculos VR Standalone são a tendência da Realidade Virtual.

Empresas como Facebook, HTC, Samsung e outras marcas chinesas investem em pesquisa e desenvolvimento de modelos dessa categoria.

Muitos modelos já estão disponíveis comercialmente, esses são alguns deles:

Democratizando a realidade virtual

A Realidade Virtual tem se tornado cada vez mais acessível. Quanto mais a tecnologia evolui, menores ficam os preços dos equipamentos.

Os modelos de Óculos VR ficam mais bonitos, compactos, com menos acessórios e mais fáceis de utilizar.

Mais simples e mais baratos. Essa constante evolução permite uma verdadeira democratização da Realidade Virtual.

Finalizando…

Nesses outros artigos falo sobre os outros 2 (dois) pilares da Realidade Virtual.

Vou ficando por aqui. Espero ter contribuído com mais essas informações!

Até o próximo artigo!

Abraços!

Maicon Klug
contato@imersiovr.com

6 comentários sobre “3° Pilar da Realidade Virtual: Óculos VR

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.